jul 21 2019

Redução no preço do leite pago ao produtor desmotiva pecuária leiteira em Goiás


Edilberto Carneiro, produtor de leite do município de Palminópolis, cidade a 120 km de Goiânia, gravou um vídeo pedindo socorro ao presidente Jair Bolsonaro. O desabafo ganhou as redes sociais do país porque reflete bem a angústia e a dificuldade de quem realiza esse trabalho para se manter no mercado.

“Precisamos de libertação. A cadeia produtiva do leite tem quatro agentes principais: o produtor, a indústria, o varejo (supermercados e pontos de venda) e o consumidor. São mais de 30 anos que o produtor e o consumidor estão sendo sacrificados em favor da indústria e dos supermercados. A indústria e os supermercados descarregam em cada um dos produtores todos os ônus das crises do mercado. Nós estamos amargando uma queda de preço no litro do leite de 30 centavos, o que corresponde a cerca de 25% da remuneração. Precisamos ainda denunciar a concorrência desleal com o Uruguai e Argentina. Lá o produtor paga mais barato para comprar máquinas e nos impostos. Aqui não temos isso. Essa concorrência desleal está desregulando nosso mercado”, concluiu o produtor.

No próximo dia 22 de julho, será realizada no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) uma grande reunião com centenas de produtores, promovida pela Comissão de Pecuária de Leite da FAEG. Além do preço do produto, serão feitos esclarecimentos referentes às Instruções Normativas (INs) 76 e IN 77 – MAPA. A IN 76 trata das características e da qualidade do produto na indústria. Na IN 77, são definidos critérios para obtenção de leite de qualidade, que englobam desde a organização da propriedade, suas instalações e equipamentos, até a formação e capacitação dos responsáveis pelas tarefas cotidianas, o controle sistemático de mastites, da brucelose e da tuberculose.

Será debatido ainda o Acordo Mercosul/União Europeia – Desafios e Oportunidades para o Setor Lácteo.

Programação:

10h às 10h30 - Abertura da Reunião – José Mário Schreiner - Presidente da FAEG e José Renato Chiari - Presidente da Comissão de Leite;
10h30 às 11h – Esclarecimentos referentes à IN 76 e IN 77 - MAPA;
11h às 12h –Acordo Mercosul/União Europeia – Desafios e Oportunidades para o Setor Lácteo – OCB e Superintendência de Relações Internacionais da CNA;
12h às 12h30 – Espaço para perguntas
12:30 às 13:30 – Almoço
13h30 às 15h – Assembleia dos Produtores de Leite do Estado de Goiás

Rio Verde Agora