jul 22 2019

O dilema de acabar com a vacinação contra aftosa




O Prosa Quente da edição de julho da Revista DBO traz uma bate papo com o chileno Alejandro Rivera Salazar, coordenador do Centro Pan-Americano de Febre Aftosa (Panaftosa). Criado em 1951, o Panaftosa (órgão ligado à Organização Mundial de Saúde), com sede no Rio de Janeiro (RJ), teve papel decisivo na erradicação da doença no continente sul-americano.

Segundo Salazar, chegou a hora de o Brasil e seus vizinhos pararem de vacinar contra a aftosa, apesar de a doença seguir presente na Venezuela. Ele defende que a vacinação não é a melhor estratégia de prevenção quando se trata de outros tipos de vírus existentes fora do país e aponta como melhor estratégia a prevenção de fronteira.

“Acho que o pecuarista tem uma ideia muito disseminada de que a vacina é universal, que protege contra tudo. Isso é falso. A vacina é específica”, afirma Salazar. Confira os principais trechos da entrevista no vídeo acima.

Portal DBO