ago 31 2018

Mercado em alta


A associação entre oferta restrita de boiadas e maior procura por parte das indústrias, que buscam recompor os estoques para atender a demanda de início de mês, quando normalmente há um maior consumo de carnes, ainda mais com o feriado do próximo dia sete, da sustentação para o mercado do boi gordo.

Na média de todas as praças pesquisadas pela Scot Consultoria, a cotação do boi gordo subiu 2,3% ao longo de agosto, considerando o preço à vista.

Em São Paulo, por exemplo, a arroba teve alta de 1,4% nos últimos sete dias e, desde o início do mês a valorização foi de 2,1%.

Com a oferta restrita, o preço da arroba só não teve uma alta mais intensa porque o consumo deixou a desejar no período.

Porém, mesmo que o consumo de carne bovina não tenha melhorado como o esperado, a baixa disponibilidade de animais terminados é o que tem ditado o rumo do mercado.

Para o curto prazo, fica a expectativa de como a demanda irá se comportar, dependendo da direção, valorizações podem ocorrer.

Fonte: Felippe Reis - Scot Consultoria